5 dicas para escolher o Storage NAS ideal

10/03/2021 15:45

As possibilidades na hora de buscar um sistema de armazenamento são inúmeras! Porém,não é é tão simples comprar um servidor que esteja de acordo com a sua necessidade. Algumas questões precisam ser feitas antes de escolher o ideal para você e evitar erros na hora de realizar a compra.

Há um tempo atrás, a grande maioria dos Storage NAS serviam exclusivamente para armazenar e compartilhar pastas e arquivos por meio de conexão de rede. Mas, os tempos mudaram! E, com o avanço da tecnologia, os storages NAS foram modernizados e equipados com processadores de alta performance e discos rígidos que garantem segurança e velocidade.

Os servidores NAS de última geração realizam tarefas que anteriormente eram exclusivas de servidores ou storages DAS, por isso escolher qual storage comprar pode ser causar um certo desconforto ou algumas dúvidas.

Com as informações crescentes e a necessidade de expansão da infraestrutura de armazenamento, cada vez mais as empresas, sejam elas pequenas ou grandes, precisam ter uma melhor aparelhagem para dar conta do trabalho.

O mercado hoje em dia conta possui diversas empresas que comercializam um leque enorme de sistemas de armazenamento. Mas, para que você fique seguro vamos te ajudar a escolher o NAS ideal para você com algumas dicas certeiras! 

Dica 1: Atenção à configuração do storage: capacidade, cpu, memória, interface - Equipamentos de entrada, intermediários e avançados.

Preste sempre atenção nas caraterísticas técnicas de configuração do seu NAS. Flexibilidade na configuração do armazenamento (storage), opções de configurações, se o HD (disco rígido) descrito é o ideal para o uso que você necessita. Vale lembrar que existem modelos de HDs discos específicos para diversas utilizações: Uso doméstico, NAS, Vigilância e Enterprise. Falaremos mais sobre a escolha dos discos a seguir. Também, é muito importante a capacidade de memória, dependendo da utilização, quanto maior, melhor. Por isso, fique atento pois existem opções com configurações de entrada, intermediários e avançados

Anote esses detalhes e faça comparações quando estiver buscando pelo NAS ideal para você.

Grande parte dos NAS podem ser usados como servidores, media centers ou central multimídia, uma vez que estão preparados para os protocolos DLNA e UPnP. A tecnologia Network Attached Storages aceita configuração como servidor de WEB, FTP, servidor de e-mail ou servidores de impressão.

Uma vez que o principal objetivo de obter um NAS é a centralização, armazenamento e compartilhamento de arquivos e informações, é necessário identificar a capacidade em terabytes quando for escolher a capacidade de armazenamento do Storage que for adquirir.

Comprar um equipamento com a capacidade necessária é indispensável para a necessidade de cada um, assim você não paga nem mais, nem menos do que precisa. 

Dica 2: Desempenho esperado: avaliação da necessidade x configuração do storage = custo-benefício

A conta precisa fechar! O desempenho que o seu storage precisa ter, equivale à sua necessidade de armazenamento e as configurações que ele te oferece. 

Cada aplicação possui o seu ponto crítico, por isso, você deve analisar tamanho, capacidade, interface e todas as suas necessidade. O quão rápido deve ser e o tempo de respostas, também deve ser considerado.

O sistema operacional, o tipo de interface de gerenciamento, os aplicativos incorporados, os tipos de discos rígidos suportados, o número de portas de rede e a velocidade de processamento são muito relevantes no momento de avaliar o custo-benefício.

O NAS tem inúmeras possibilidades de aplicações, como backup de dados, servidor de arquivos, nuvem privada e replicação remota. Assim, o desempenho precisa ser muito bem avaliado.

O NAS segue a mesmo conceito de computadores pessoais e servidores, seguindo a velocidade, espaço e a performance entregues, o Storage pode custar mais ou menos. Assim como a quantidade de memórias, processadores, fontes de alimentação, tipo de discos rígidos e aplicativos instalados.

Quando conseguir determinar o tempo gasto para as operações e atividades de I/O, procedimentos como recuperar, salvar, grandes volumes de dados, tais fatores serão importantes na escolha do storage ideal, pois podem necessitar de HDs mais robustos ou drives com memória flash (SSDs) inclusive, podem trabalhar alinhados com HDs nos storages.

Tais atividades são necessárias no momento da escolha do seu Storage, para efetuar a compra de um storage você deve calcular o espaço de armazenamento e a performance necessária para suas atividades, evitando problemas.

Dica 3: Escolha corretamente HDs ou SSDs feitos especialmente para NAS ou Vigilância

É comum que os usuários busquem armazenamento e backup centralizado e fiquem satisfeitos com discos SATA. Existem marcas com que vão de 1TB até 18TB, com velocidades de até 7200rpm, um ótimo armazenamento. Há, também, a necessidade de aplicações que necessitam de alta velocidade e alto número de IOp’s, necessitando de HD mais robustos.

Com diferentes velocidades (5.400, 7.200, 10.000 ou 15.000 RPM) e padrões de comunicação (SATA ou SAS) é possível escolher de modo acertado e efetivo.

Existe, também, outra alternativa para locais que possuem grande volume de dados e arquivos: os SSDs. Eles são mais rápidos nas transferências e compartilhamento de dados, podendo, inclusive, trabalhar alinhados com HDs nos storages.

O SSD ou “Solid State Drive” é um recurso bastante importante e muito utilizado quando é necessária mais velocidade na transferência de dados. Ele traz velocidade e ótimo processamento em atividades do cotidiano.

Veja também:

Você precisa de um NAS e ainda não percebeu!

Segurança de dados: Por que é importante e como conseguir

Repense seus dados: Faça sempre um backup!

Dica 4: Faça uma avaliação prévia da Rede Interna 

Ao escolher um storage e optar por sistemas com diversas entradas e conexões, é possível fazer uma combinação entre criar link agregado, que pode ser combinando a velocidades das portas LAN , gerando o rendimento da rede.

Redes existem para interligar e simplificar o uso dos sistemas, computadores demais dispositivos. Como atualmente temos um conectividade muito alta, é necessário identificar problemas relativos a rede, uma vez que a máquina concentra diversos sistemas isolados dos demais aparelhos.

Verifique cabos, placas de rede, conectores, software e tudo o que pode alterar o desempenho do tráfego de dados, sejam fatores externos ou internos. Isso garante que você não perca tempo tentando descobrir o que está acontecendo e elimine a maior parte das possibilidades. Facilitando no momento da escolha, aquisição e instalação do seu NAS. Lembrando que, hoje em dia, é recomendado que a velocidade da sua rede interna deve ser igual ou superior ao padrão Gigabit (1Gbps).

Dica 5: Garantia do equipamento e discos

Chegamos ao ponto crucial! De nada adianta você ter seguido as dicas anteriores e comprar um aparelho de origem duvidosa! Você deve se atentar e entender qual Storage supre a necessidade da sua casa, escritório ou empresa,  tenha em mente que precisa ter a garantia de boa procedência e originalidade do produto, o hardware, software e os serviços prestados pelo fornecedor. Se possível, sempre opte por fabricantes que possuem garantia realizada aqui no Brasil.

E para isto, você pode contar com a FourServ. Somos especializados em atender às suas necessidades com o que há de melhor em tecnologia disponível no mercado mundial. Além da comodidade de poder efetuar sua compra de qualquer lugar, a qualquer momento com todo conforto.

Clique aqui e confira centenas de modelos de Storages NAS.

Fotos: Unsplash

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: