Como escolher um Switch para sua rede?

30/03/2021 09:41

Você já deve ter ouvido falar que os Switches têm uma função importante dentro de uma rede, sendo peças indispensáveis para garantir agilidade, eficiência e segurança para a troca de informações entre sistemas.

Switch

Mas, afinal, o que é um Switch de Rede?

O Switch é uma parte fundamental do sistema de rede dos computadores. Ele permite que você faça trocas de dados, documentos e arquivos entre máquinas que estão em uma mesma rede com agilidade, eficiência e segurança no momento do trabalho, facilitando a troca de informações entre colaboradores. Mas, a escolha do switch pode ser uma tarefa um pouco desafiadora, pois existem modelos diversos e com múltiplas características e especificidades. Isso resulta na dificuldade da escolha e saber qual dos modelos será aquele que atende às suas necessidades e, também, qual possui o melhor custo-benefício.

Por isso, vamos te ajudar! Fizemos um guia para você saber o que levar em consideração no momento de escolher o melhor switch para o seu projeto de rede. Falaremos de pontos básicos que devem ser analisados e que você precisa se lembrar.

1) Defina quais são as suas necessidades

No momento em que estiver fazendo o planejamento da estrutura de rede, você deve se lembrar de avaliar:

- A velocidade de transmissão de dados que você necessita;
- A quantidade de portas que serão utilizadas;
- Se precisa de um Switch gerenciável ou não;
- Se as portas do Switch precisam ser energizadas (função PoE);
- Se há necessidade de expansão por fibra ótica;
- Qual a velocidade (em gigabits por segundo) ideal;
- Entre outros recursos.

2) Quantidade de portas

Para saber a quantidade de portas, leve em consideração quantos usuários estarão conectados a rede e o tipo de arquivo que será compartilhado, pois isso viabiliza qual será a necessidade dos pacotes de dados com velocidade ou a possibilidade de gerenciar recursos no dispositivo. Ao determinar quantos dispositivos precisam ser conectados ao sistema, você conseguirá identificar o número de portas necessárias. Há modelos de 4 até 48 portas.

Importante também lembrar que a quantidade de portas deve ser medida com margem de segurança para expansão de usuários. Isso no médio prazo torna o equipamento mais vantajoso do que ter que comprar outro adicional.

Dependendo do modelo escolhido, fique atento, pois as portas podem ter velocidades e recursos diferenciados.

Velocidade de Transmissão

3) Velocidade de transmissão

As velocidades mais comuns são:

- 10/100 (100 Mbps)
- 10/100/1000 (1 Gbps)
- 10/100/1000/10000 (10gbps).

A velocidade da rede está diretamente ligada à performance, porém o ideal é que todos os equipamentos estejam em velocidade compatível. Por exemplo: não adianta comprar um Switch com velocidade Gigabit (10/100/1000), porém conectá-lo em placas de rede antigas com velocidade ainda de 100Mbps (10/100).

4) Qual a diferença entre Switch gerenciável e não gerenciável?

Se o Switch é ou não gerenciável é um detalhe que precisa ser visto com cuidado. Switch Não Gerenciável é o mais simples, sem muitas funcionalidades de gerenciamento de rede e dados, configurações de segurança, etc. Seu trabalho é realizar a transmissão de dados entre máquinas de modo rápido e seguro. Indicado para redes mais “simples”, como as domésticas ou de pequenas empresas. Já o Switch Gerenciável é mais avançado e com funções avançadas como relatórios de informações sobre a rede e configurações e administração remota do switch, sendo mais indicado para grandes empresas que necessitam de rápida velocidade para transmissão de dados, muita segurança das informações e opções personalizadas para administrar o equipamento.

5) Outros recursos extras

Alguns recursos são LACP, VLAN, QoS, IGMP snooping e controle de largura de banda por porta. Após sua escolha, lembre-se de verificar se os recursos oferecidos são os que você necessita, uma vez que eles podem ter conjuntos de recursos diferentes, mesmo estando em uma mesma classe. Se você precisar de algo com menor porte, ou se a rede for domiciliar, você pode optar por modelos mais simples que, consequentemente, tem menor custo.

Você ainda pode escolher switches que montam na parede, economizando espaço e os que são montados em rack quando você necessita integrá-los a outros aparelhos. Você também pode escolher o tipo de gabinete, os duráveis de metal ou mais econômicos de plástico.

Não importa qual Switch você precisa, a FourServ tem o ideal para você! Chame no WhatsApp e converse com um especialista.

Fotos: Freepik

Veja também:

O que é um Switch? Será que a minha empresa precisa de um?

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: